13º salário dos servidores da prefeitura será pago dia 20

Comunicado foi feito na manhã desta sexta-feira, dia 7


Mesmo diante de um cenário econômico desfavorável, devido ao não repasse de recursos por parte do atual Governo do Estado, o prefeito de Araújos, Francisco Cléber Vieira de Aquino, o Bel, anunciou que irá pagar o décimo terceiro salário dos servidores públicos do município no próximo dia 20.

O comunicado, feito na manhã desta sexta-feira (7), segue na contramão das decisões da maioria das prefeituras, da região e do estado, que não têm previsão para efetuar o pagamento.

De acordo com o prefeito, a crise que afeta os municípios, por causa do confisco do governo do estado, tem levado algumas cidades à beira do colapso. Segundo ele, muitas prefeituras foram obrigadas a suspender serviços e dispensar servidores.

 “Pagar o décimo terceiro é uma boa notícia, pois, são muitos os prefeitos que estão tendo dificuldade para sequer pagar os salários em dia. Aqui em Araújos, nós vamos conseguir manter o compromisso com a nossa folha de pagamento e pagar o décimo terceiro, no próximo dia 20 para os nossos servidores”, disse o chefe do Executivo araujense.

Dados da Associação Mineira de Municípios – AMM –, atualizados no último dia 5, apontam que: a dívida do Governo de Minas Gerais com o município de Araújos já está em R$ 2.568.064,02. 

Para atenuar os efeitos, decorrente da falta de repasses de verbas, que perdura desde janeiro, a prefeitura instituiu um programa de redução de despesas e decretou, no início de novembro, estado de calamidade financeira. A medida foi necessária para que o governo municipal pudesse cumprir os seus compromissos com fornecedores, mantendo os serviços básicos.

“O enxugamento de despesas foi radical. Eu entendo que, num primeiro momento, pode não ter agradado alguns; afinal cortamos horas-extras, alteramos contratos com empresas e fomos mais rígidos e pontuais, visando encarar com sabedoria, responsabilidade e transparência, para manter em funcionamento os serviços básicos como saúde, educação, limpeza pública e outros”, explicou Bel.  

Os débitos constantes nos repasses, considerados constitucionais, são relativos ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), além de convênios e verbas para saúde, transporte escolar e assistência social.

 




TAG's: Salário, será, pago

Inicial | Voltar
Link permanente: